sábado, 15 de março de 2014

UM SONHO POSSÍVEL ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE ETNIA ROM E E KALON COM PROGRAMA COM USO DA TECNOLOGIA.

14/3/2014 - 21:44:00

Alunos de escola multisseriada ganham netbooks em Guarapuava


Alunos de escola multisseriada ganham netbooks em Guarapuava
A 50 quilômetros de Guarapuava, no interior do município, está localizada a comunidade de Banhado Grande, quase na divisa com Inácio Martins. É lá que vivem  dezenas de famílias de agricultores familiares. Para se chegar até a localidade é preciso trafegar 25 quilômetros por estrada de chão, a partir da Colônia Vitória, distrito de Entre Rios.
Até esta sexta (14), os alunos que frequentam a Escola Municipal Rural Domingos de Morais, não imaginavam que teriam acesso a netbooks. Os estudantes frequentam a escola na modalidade multisseriada, na qual uma única classe oferece aulas para turmas de diferentes anos. São 30 alunos no total, divididos nos turnos da manhã (4º e 5º ano) e tarde (1º a 3º ano).
 Porém, durante a tarde foram surpreendidos pelo prefeito Cesar Silvestri Filho que doou um minicomputador a cada um deles.  São os primeiros netbooks conquistados pela administração municipal por meio do Prouca (Programa Um Computador Por Aluno), desenvolvido pelo Governo Federal através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.
As duas professoras que atendem as turmas receberão formação através do Núcleo Municipal de Tecnologia Educacional para integrar o material adquirido às atividades em sala.
“quando veio a notícia dos computadores foi uma surpresa”, conta Ademar Paulo de Morais, o “Mario Mestre”, presidente da Associação Comunitária de Banhado Grande.
 “Muitas vezes, os moradores daqui se sentiram esquecidos. Invertendo a lógica, esta é a primeira escola da nossa rede que recebe os netbooks. Esses computadores servem para que as crianças tenham o mesmo acesso que as da cidade. Estamos preparando todas as nossas crianças para o futuro”, afirmou o prefeito Cesar Filho. “Vivemos em uma época em que a tecnologia é  central, em que as informações fluem com rapidez. Precisamos integrar o ensino-aprendizagem a essas tecnologias. E não poderíamos deixar de oferecer isso a vocês”, declarou a secretária de Educação Doraci Luy.
 Mãe do aluno William, Neuraci de Morais fala sobre as possibilidades que se abrem. “Acho muito bom. Pra eles computador era uma coisa distante, só mesmo no centro de Guarapuava. Agora eles têm um começo aqui, uma nova oportunidade”,http://www.redesuldenoticias.com.br/noticia.aspx?id=64667#.UyQlXFBHanU.facebook
Claudio Iovanovitch propõe em seu projeto os Assim Chamados Ciganos o uso de tecnologia para alfabetização de crianças e jovens de etnia ROM e KALON com um programa  especifico de alfabetização.
Guarapuava têm um exemplo que estamos no caminho.
"São os primeiros netbooks conquistados pela administração municipal por meio do Prouca (Programa Um Computador Por Aluno), desenvolvido pelo Governo Federal através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação."Pedagoga Gilce Primak Niquetti pesquisadora da Cultura cigana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A todos os blogueiros que respeitam a diversidade étnica e cultural...E querem
falar sobre preconceito,discriminação e racismo sofridos pelo Povo Romani, Os assim chamados ciganos.Bem vindos ao blog Cultura Cigana