quinta-feira, 20 de março de 2014

PROJETO OS ASSIM CHAMADOS CIGANOS

Ensino

19/03/2014

História e cultura dos povos ciganos nas escolas estaduais

Pela primeira vez a história e a cultura cigana será tema de debates e atividades artísticas e culturais nas escolas da rede pública do Paraná. A iniciativa é inédita no Brasil e vai envolver todos os setores da educação pública no Estado, além da comunidade cigana e escolar. O projeto será desenvolvido em oito municípios nas regiões onde estão concentradas as maiores comunidades ciganas no Estado.

O lançamento do projeto Caravana: Os assim chamados Ciganos; aconteceu na sede da Secretaria de Estado da Educação, em Curitiba, nessa quarta-feira (19). Durante os dias 25 de março e 5 de maio técnicos do Departamento da Diversidade (DEDI) da secretaria e lideranças ciganas vão desenvolver oficinas pedagógicas com os profissionais da educação das escolas estaduais, municipais e especiais.

De acordo com a diretora do DEDI, Marli Peron, o objetivo é levar a história e a cultura cigana Roms, Sinti e Kolons junto às escolas e comunidade escolar. “Esse projeto faz parte de uma proposta pedagógica que vamos trabalhar esse ano com todos os povos itinerantes. É um trabalho de aproximação para que a comunidade possa conhecer mais a cultura cigana e assim acabarmos com os tabus que existem em torno dos povos ciganos”, explicou Marli.

NA PRÁTICA - A caravana vai acontecer em duas etapas. No primeiro momento as atividades serão desenvolvidas junto aos professores, funcionários e comunidade escolar. Serão feitas oficinas que darão suporte técnico aos profissionais para desenvolverem e debaterem as atividades dentro de sala de aula aliadas as disciplinas da base nacional comum.

Na segunda parte as informações serão repassadas e trabalhadas com os alunos em sala de aula. Em seguida, cada escola vai selecionar os melhores trabalhos que serão apresentados no II Seminário Estadual de Educação Escolar Cigana.

A proposta de levar a cultura cigana para dentro das salas de aula partiu da Associação de Preservação da Cultura Cigana no Paraná em parceria com a Secretaria de Estado da Educação. Também apóiam o projeto a Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Copel e Celepar (Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná).

Para a presidente da Associação de Preservação da Cultura Cigana, Tatiane Ivanovitch, a Caravana é um reconhecimento dos povos ciganos no Estado. “Esse é um dos projetos mais importantes para os povos ciganos, principalmente porque vamos trabalhar direto com a educação. Para nós está sendo muito importante esse momento, pois os não ciganos terão acesso a nossa cultura que muitos não conhecem”, frisou.

As ações serão desenvolvidas em oito municípios de diferentes regiões do Estado onde estão concentradas as maiores comunidades ciganas. O primeiro encontro acontece em Irati no dia 25 de março e termina no dia 5 de maio em Cascavel. As atividades serão devolvidas ainda nos municípios de Araucária, Piraí do Sul, Maringá, Colorado, Cornélio Procópio e Goioerê.

EXEMPLO – Essa é a primeira vez que a cultura e história cigana serão discutidas em sala de aula no Brasil. Para Claudio Ivanovitch, membro do Conselho Nacional de Política de Promoção da Igualdade Racial, o Paraná está dando exemplo para o restante do país. “O Paraná está sendo pioneiro nesse reconhecimento da cultura e história cigana”, definiu.
  • http://www.educacao.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=5205&tit=Historia-e-cultura-dos-povos-ciganos-nas-escolas-estaduais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A todos os blogueiros que respeitam a diversidade étnica e cultural...E querem
falar sobre preconceito,discriminação e racismo sofridos pelo Povo Romani, Os assim chamados ciganos.Bem vindos ao blog Cultura Cigana